Notícia

EDUCAÇÃO

Secretaria de Estado da Educação de Alagoas
Quinta, 12 Outubro 2017 00:28
GRACILIANO REVISITADO

Alunos de escola estadual reescrevem livro do Mestre Graça

Apresentação aconteceu nesta quarta-feira (11), durante terceira edição do Projeto de Leitura e Escrita da 5ª Gere, em Arapiraca

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Evento contou com apresentações de coco-de-roda, poesias, intervenção teatral, Cordel dos 200 anos de Alagoas, músicas e paródias Evento contou com apresentações de coco-de-roda, poesias, intervenção teatral, Cordel dos 200 anos de Alagoas, músicas e paródias (Fotos: Davi Salsa)
Texto de Texto de Davi Salsa

Os personagens criados por Graciliano Ramos no livro ‘A Terra dos Meninos Pelados’ saíram de suas páginas e ganharam uma roupagem inédita, produzida pelos alunos do 6º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Adriano Jorge, em Arapiraca.

A releitura e a nova interpretação do livro serviram como ponte para que meninos e meninas, com idade entre oito e onze anos, pudessem reescrever suas próprias histórias. A reedição do livro também foi feita em telas, contos, esculturas e até em uma peça musical em sala de aula.

Fotos: Davi Salsa)

Na manhã desta quarta-feira (11), o trabalho dos alunos foi apresentado à sociedade arapiraquense, no ginásio poliesportivo da Escola Estadual Professor Pedro Reis, no bairro Baixão, durante a abertura da terceira edição do Projeto de Leitura e Escrita, organizado pela 5ª Gerência Regional de Ensino (Gere), em Arapiraca.

O evento, mais uma vez, conta com o apoio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), por meio do vice-governador e secretário Luciano Barbosa. Pela manhã aconteceram apresentações artísticas e culturais, como o coco-de-roda, poesias, intervenção teatral, Cordel dos 200 anos de Alagoas, músicas e paródias, além do Concurso do Slogan para a Prova Brasil.

No período da tarde estão programadas mais atividades, incluindo o resultado do concurso do slogan, café com leitura e novas apresentações artísticas e culturais dos alunos das 30 escolas que participam do projeto.