Notícia

EDUCAÇÃO

Secretaria de Estado da Educação de Alagoas
Sábado, 02 Dezembro 2017 13:28
SAMSUNG

Projeto de estudantes de Roteiro concorre a júri popular de prêmio Nacional

Para votar no projeto da Escola Estadual Tarcísio Soares Palmeira, basta entrar no site: http://respostasparaoamanha.com.br; votação acontece até o dia 3

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Prêmio Respostas para o Amanhã premia trabalhos da rede pública de ensino que proponham soluções para melhorar as comunidades onde vivem, contribuindo para uma sociedade mais sustentável Prêmio Respostas para o Amanhã premia trabalhos da rede pública de ensino que proponham soluções para melhorar as comunidades onde vivem, contribuindo para uma sociedade mais sustentável Foto: Valdir Rocha
Texto de Texto de Ana Paula Lins, com informações da Samsung

O projeto de alunos da Escola Estadual Tarcísio Soares Palmeira, – extensão Roteiro – que produz um bloco de construção a partir de cascas de mariscos, é um dos 25 finalistas regionais do Prêmio Respostas para o Amanhã, uma iniciativa da  Samsung. A ideia dos aluno também concorre ao júri popular do prêmio e, para votar no trabalho, basta acessar o sitewww.respostasparaoamanha.com.br, clicar em Região Nordeste e votar no projeto alagoano. A votação do júri popular está aberta até o dia 3 de dezembro e é possível votar mais de uma vez.

O Prêmio Respostas para o Amanhã premia trabalhos da rede pública de ensino que proponham soluções para melhorar as comunidades onde vivem, contribuindo para uma sociedade mais sustentável. É o caso do projeto da Escola Estadual Tarcísio Soares Palmeira, onde os alunos recolhem cascas de mariscos jogadas nas margens da Lagoa do Roteiro – e que trazem riscos de poluição ao sistema estuarino – e produzem um bloco de construção civil a partir da mistura do pó destas cascas com cimento, água e piçarro.

A ideia dos estudantes – alguns deles filhos de pescadores e marisqueiras – é reduzir o descarte das cascas de marisco que poluem a lagoa e apresentar uma nova alternativa de geração de renda para a comunidade. O bloco ecológico, além de ter um custo de produção mais barato que o convencional, também é mais resistente por possuir cálcio em sua composição, elemento encontrado em abundância nas cascas de mariscos como sururu e maçunim.

Votação – Os 25 projetos finalistas do Prêmio estão abertos para votação popular até o dia 03 de dezembro e é possível votar mais de uma vez no mesmo projeto. Os cinco vídeos mais votados serão os vencedores do júri popular e serão premiados no dia 05 de dezembro, às 18h30, em solenidade no Complexo Aché Cultural, no bairro de Pinheiros, em São Paulo. Além dos vencedores do júri popular, serão conhecidos os cinco projetos vencedores nacionais.

Além da Samsung, o prêmio conta com a coordenação geral do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec) e apoio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), da Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI), do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e da Rede Latino-americana de Organizações Sociais para a Educação (Reduca), dentre outros parceiros.​