Notícia

EDUCAÇÃO

Secretaria de Estado da Educação de Alagoas
Sexta, 07 Dezembro 2018 15:57
MEDALHA SÍLVIO VIANA

Servidores destacam amor pela Educação e compromisso com o serviço público

José Claudevan Alves de Almeida, Andreia Marques Vilarins, Mirlene Kelly Ferro e Gilmar de Oliveira Silva representaram a Seduc na cerimônia de premiação da honraria

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Uma celebração ao poder transformador da Educação e ao compromisso com o serviço público Uma celebração ao poder transformador da Educação e ao compromisso com o serviço público Valdir Rocha
Texto de foto: Ana Paula Lins e Minne Santos

Uma celebração ao poder transformador da Educação e ao compromisso com o serviço público. Essa foi a fala – e também marca a trajetória - dos quatro servidores da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) selecionados para receber a Medalha Sílvio Viana, honraria entregue pelo Governo de Alagoas aos funcionários públicos que prestam um serviço de excelência ao Estado. A cerimônia de premiação ocorreu nesta quarta-feira (5) na Associação Comercial de Maceió.

Mirlene destacou obstáculos da EJA foto Minne Santos

Na ocasião, a Seduc foi representada por Andréia Marques Villarins, agente administrativa da Escola Estadual Monsenhor Macedo, de Palmeira dos Índios; Mirlene Kelly Ferro, diretora adjunta da Escola Estadual Luiz Duarte, de Estrela de Alagoas; Gilmar de Oliveira, professor de língua portuguesa da Escola Estadual Rocha Cavalcanti, de União dos Palmares e José Claudevan Alves, professor da Escola Estadual Manoel de Araújo Dória, de Maceió.

Claudevan dedicou premiação a sua mãe foto Minne Santos

Andréia, em seu discurso, compartilhou o prêmio com os companheiros de escola e se disse orgulhosa de fazer parte de “um grupo de servidores que dá o seu melhor para atender ao público”.

Mirlene dedicou o prêmio aos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da sua comunidade, os quais são beneficiados pela parceria entre a gestão da escola e grêmio estudantil que cuida das crianças enquanto os adultos assistem às aulas. “O estudante da EJA enfrenta muitas dificuldades para permanecer na escola, principalmente as mulheres, que precisam cuidar de seus filhos pequenos. Ficamos felizes por ver que este projeto estimula os alunos a não desistir dos estudos”, conta.

Já Claudevan e Gilmar aproveitaram para prestigiar aquelas que foram consideradas as grandes inspirações de suas carreiras: suas mães.

 

Gilmar de Oliveira lembrou que, ainda menino, na zona rural de União dos Palmares, começou a acompanhar a mãe professora em suas aulas. " Ela fez nascer em mim a paixão pela Educação e pela língua portuguesa" , revela.

Bastante emocionado, o professor José Claudevan recordou que a data da cerimônia de premiação é a mesma do aniversário de sua mãe. "Infelizmente ela não está mais conosco, mas, se aqui estivesse, estaria felicíssima e orgulhosa", fala Claudevan.