Notícia

EDUCAÇÃO

Secretaria de Estado da Educação de Alagoas
Sexta, 21 Dezembro 2018 14:27
RECONHECIMENTO

Governo de Alagoas premia municípios que atingiram meta do Escola 10 com R$ 20 milhões

Nas premiações Ib Gatto Falcão e Escola 10, vice-governador destacou a importância da aliança entre governo e prefeituras para a população alagoana

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Governo liberou um total de R$ 20 milhões para os municípios que atingiram as metas de 2017 Governo liberou um total de R$ 20 milhões para os municípios que atingiram as metas de 2017 André Palmeira
Texto de Ana Carolina Lima

Entendendo a educação básica como um dos pilares fundamentais para o desenvolvimento da sociedade, o Governo do Estado criou estratégias para melhorar a qualidade do ensino e alavancar Alagoas nos rankings nacionais de educação. Para que isso se tornasse possível, a gestão uniu forças com os 102 municípios alagoanos no Escola 10. Como forma de prestigiar os resultados alcançados, nesta quarta-feira (19) o Governo liberou R$ 20 milhões para os municípios que atingiram as metas estabelecidas para 2017 por meio do programa.

 

Em todo o estado, 38 cidades alcançaram as metas pactuadas no Escola 10 e partilham o valor disponibilizado. Pelos anos iniciais do ensino fundamental – 1º ao 5º ano, 17 municípios recebem a quantia de R$ 588.235,29 cada. As 21 cidades que bateram a meta pelos anos finais – 6º ao 9º – recebem do Governo do Estado o total de R$ 476.190,47 cada uma. Os valores para cada município serão divididos em duas parcelas.

 

O anúncio foi feito pelo vice-governador Luciano Barbosa  na cerimônia de premiação, realizada na noite desta quarta-feira (19), no Centro de Convenções, em Jaraguá. “Como o Ideb é de dois em dois anos. A gente paga R$ 10 mil por ano. Esse recurso é do Tesouro e as prefeituras poderão investir em educação e em outras áreas que forem necessárias”, explica Barbosa.

 

Em todo o estado, 38 cidades alcançaram as metas pactuadas no Escola 10 e partilham o valor disponibilizado (André Palmeira)

 

Também foi realizada mais uma edição do prêmio Ib Gatto Falcão, criado em 2016 para premiar as escolas municipais com melhores resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Foram agraciadas 188 unidades de ensino com um cheque no valor de R$ 10.000,00, constituindo a primeira parcela do incentivo fiscal para realização de ações de desenvolvimento do ensino. A segunda parcela, de mesma quantia, será paga no próximo ano.

 

O vice-governador Luciano Barbosa enfatizou o benefício de uma educação básica de qualidade para a população. Ex-secretário da educação, que comandou a pasta por mais de três anos, Luciano também ressaltou a importância da responsabilidade com a juventude e as crianças alagoanas, além de destacar o compromisso mútuo entre governo e prefeituras para a oferta de um ensino exemplar.

 

“A educação sempre foi uma das nossas prioridades. As redes municipais de ensino abrangem 95% das matrículas para o ensino infantil e o fundamental I, então seria impossível pensar num trabalho contínuo para a melhoria do ensino em Alagoas, e ter bons resultados, sem existir a cumplicidade entre o Governo do Estado e as prefeituras. Foi pensando no desenvolvimento da população, das crianças e jovens, que criamos e apresentamos o programa Escola 10, que teve adesão de 100% dos prefeitos”, discursou o vice-governador.

 

Para a secretária de Estado da Educação, Laura Souza, a premiação foi um momento de reconhecimento do trabalho que as cidades vêm realizando e de comemoração dos resultados que as redes municipais conquistaram.

 

“No Ideb de 2017, 85% das cidades alagoanas atingiram a meta. Isso nos mostra a importância da atuação dos municípios para o avanço da educação, e o engajamento dos profissionais das secretarias municipais de Educação e de todos os funcionários que compõem as redes de ensino. O pacto firmado no Programa Escola 10 nos possibilitou encarar a educação sem distinção de rede, em prol da sociedade para a qual servimos”, declarou Laura Souza.

 

Em todo o estado, 38 cidades alcançaram as metas pactuadas no Escola 10 e partilham o valor disponibilizado (André Palmeira)

 

A secretária disse, ainda, que a celebração serviu também para dar o ponta pé inicial para o planejamento das ações e atividades a serem realizadas em 2019, para que resultados frutíferos continuem sendo colhidos.

 

Reconhecimento

Das unidades com o melhor Ideb da rede municipal, duas se destacaram por alcançarem as metas dos anos iniciais e finais: a Escola de Educação Básica Vereador José Wilson Melo Nascimento, de Coruripe, e a Escola Municipal de Ensino Fundamental Santa Clara, de Pindoba.

 

A diretora-geral da E. M. Santa Clara, Maria Leonídia Fernandes, afirmou que o reconhecimento e prestígio recebido é gratificante e serve como ferramenta de estímulo aos profissionais que se dedicam e atuam na Educação. Para Fernandes, a premiação demonstra a preocupação da gestão em valorizar os profissionais, independente da rede na qual estejam alocados.

 

“A parceria estabelecida entre o Estado e a prefeitura de Pindoba, no ano passado, se mostrou muito eficiente. O programa Escola 10 trouxe autonomia financeira para a escola, projetos e ações a serem trabalhadas dentro e fora de sala, recebemos também a figura do articulador. Tivemos apoio das Gerências Regionais de Ensino e pudemos desenvolver nossas atividades. Esperamos que ano que vem consigamos atingir uma nota ainda melhor no Ideb”, contou a diretora.

 

 Em todo o estado, 38 cidades alcançaram as metas pactuadas no Escola 10 e partilham o valor disponibilizado (André Palmeira)

 

Municípios em destaque

A segunda metade da premiação se voltou aos destaques do programa Escola 10, implantado em 2017 e transformado em Lei em 23 de novembro deste ano. Trinta e oito municípios, dos 102 que pactuaram as metas, conseguiram superá-las. Desta quantidade, onze atingiram as metas dos anos iniciais e finais.

 

Foram premiados os municípios de Belém, Cacimbinhas, Dois Riachos, Feliz Deserto, Jacaré dos Homens, Pindoba, Roteiro, São Luís do Quitunde, Teotônio Vilela e Viçosa. O principal destaque na noite foi a cidade de Coruripe, casa da escola com o maior Ideb do Brasil: a Escola de Educação Básica Vereador José Wilson Melo Nascimento, que conquistou a nota de 9,9, tornando-se notícia nacional.

 

Para o Secretário de Educação de Coruripe, Artur da Rocha, o trabalho em equipe que a Semed se propôs a realizar, anos atrás, impulsionou o resultado exemplar conquistado pela escola Vereador José Wilson e, ano passado, passou a ter o suporte ofertado pelo Governo do Estado com o Escola 10.

 

“O Escola 10 é mais uma ferramenta a que tivemos acesso para que os municípios conseguissem obter resultados ainda melhores nas avaliações nacionais. O Governo disponibilizou novas capacitações e formações para aperfeiçoar cada vez mais os trabalhadores da rede municipal de ensino”, relatou o secretário.

 

 Em todo o estado, 38 cidades alcançaram as metas pactuadas no Escola 10 e partilham o valor disponibilizado (André Palmeira)

Orgulhosa, a diretora-geral da escola com a melhor nota do Ideb no Brasil, Silvânia Gouveia, conta que receber a notícia de ter alcançado a maior nota do país foi gratificante. Para ela, todo o trabalho que a equipe da escola fez foi traduzido em forma de índice educacional, desmistificando também a ideia de que a qualidade do ensino público é ruim.

 

“Essa nota é resultado de um trabalho árduo que está sendo construído há muito tempo, que vem do comprometimento de uma equipe que se dispôs a melhorar o nível da educação. Nosso prefeito e o secretário da Educação abraçaram a causa da educação e, por conta disso, aderiram ao Escola 10, que trouxe consigo os articuladores de ensino e diversos projetos que nos auxiliam e melhoram ainda mais a aprendizagem e desenvolvimento dos alunos”, expôs Silvânia Gouveia.