Notícia

EDUCAÇÃO

Secretaria de Estado da Educação de Alagoas
Terça, 08 Outubro 2019 01:09
INTERCÂMBIO

Quatro estudantes da rede pública alagoana estão entre os semifinalistas do programa Jovens Embaixadores

Cento e trinta e dois alunos se inscreveram e treze participaram dos exames oral e de escrita

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Alunos durante provas de conhecimento de língua inglesa Alunos durante provas de conhecimento de língua inglesa Valdir Rocha
Texto de José Arnaldo

Quatro estudantes da rede pública alagoana estão mais perto de concretizar o sonho de participar de um intercâmbio nos Estados Unidos: eles são semifinalistas do Programa Jovens Embaixadores, uma iniciativa da Embaixada dos EUA no Brasil e que conta com o apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). O resultado dos 50 estudantes finalistas de todo o Brasil será divulgado pela embaixada até o dia 31 de outubro deste ano.
 
Os quatro semifinalistas são: Andressa dos Santos Silva, da Escola Estadual de Educação Básica Pedro Joaquim de Jesus, de Teotônio Vilela; Laysa Santos Silva, da Escola Estadual Professora Laura Maria Chagas, de Santana do Ipanema; Carlos Mikael Alencar Tenório, do IFAL Campus Maceió e João Victor de Souza do IFAL Campus Marechal Deodoro. Um deles será escolhido para o intercâmbio em solo norte-americano, enquanto os outros três participarão de um curso de imersão de língua inglesa em Brasília no mês de julho.
 
Candidatos no dia da prova de língua inglesa foto Valdir Rocha 12
 
O programa possibilita um intercâmbio educacional de três semanas em solo norte-americano para alunos da rede pública brasileira. Em Alagoas, 132 estudantes se inscreveram e 13 realizaram as provas oral e escrita de língua inglesa. Oito conseguiram as melhores notas e foram selecionados para a visitação à residência, e, destes, quatro atenderam aos requisitos solicitados pelo programa.
 
O programa - Os selecionados embarcam para os EUA em janeiro do próximo ano. Lá, visitarão pontos turísticos, conhecerão a cultura local e terão a oportunidade de frequentar uma sala de aula com estudantes da mesma idade que eles. Além disso, ficarão hospedados em casas de famílias nativas. Para a coordenadora do programa em Alagoas, Dileusa Costa, os candidatos à vaga estão muito bem preparados e atendem aos objetivos da ação.
 
Candidatos no dia da prova de língua inglesa foto Valdir Rocha 11
 
“O maior objetivo do programa Jovens Embaixadores é propiciar o intercâmbio e a troca de experiências por meio da cultura. Além disso, também oportuniza que as vidas desses jovens se expandam para novos horizontes de conhecimento. A troca de experiências e a chance de divulgar a nossa cultura contribui para estreitar os laços entre o Brasil e os EUA. Nossos candidatos são fortes e estão voltados ao empreendedorismo social”, explica Dileusa.