Notícia

EDUCAÇÃO

Secretaria de Estado da Educação de Alagoas
Sexta, 06 Março 2020 15:22
SEMANA DA MULHER

Mulheres são destaques no comando da Seduc

Considerada uma das maiores pastas do governo, a Educação é predominantemente movida pelo público feminino.

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
secretária Laura secretária Laura Thiago Henrique
Texto de Manuella Nobre

Secretária Executiva, gerentes regionais, superintendentes, gestoras escolares,professoras, coordenadoras pedagógicas, articuladoras de ensino, secretárias escolares, merendeiras, auxiliares de serviços diversos, administradoras, jornalistas, advogadas, relações públicas, técnicas pedagógicas e administrativas, psicólogas ,nutricionistas, fonoaudiólogas, arquitetas, contadoras, entre outras. É vasto o leque de profissões, cargos e funções exercidas, com maestria, por milhares de servidoras da Secretaria de Estado da Educação.
 
Considerada uma das maiores pastas do governo, tanto em termos de quantitativo quanto em abrangência de serviços, a Seduc é, predominantemente, movida pelo público feminino. À frente de um de seus principais cargos está, desde 2015m a  secretária executiva Laura Souza, Professora Doutora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).Ela é uma inspiração para outras gestoras, a exemplo da Superintendente do Sistema Estadual de Educação, Willany Felix.
 
 
 
“Ao longo dos anos, nós mulheres, estamos nos empoderando, estudando, ampliando conhecimentos e, a partir daí, conquistando espaços. Com a nossa sensibilidade e olhar materno, a gente pode enxergar vários problemas que muitos profissionais não conseguem, temos esse diferencial. Foi com este empoderamento e dedicação que a mulher percebeu que poderia trabalhar, estudar e conquistar os espaços que quisesse, inclusive  grandes cargos. A gente tem como exemplo a secretária Laura, que tem este olhar, de proatividade, muito grande, de inovação, que vem conquistando indicadores muito bons para nossa Educação e mostrando que estamos realmente preocupadas com a qualidade do serviço que ofertamos”, pontua Willany.
 
Crescimento – As mulheres da Educação têm mostrado que estão preparadas para assumir qualquer desafio, crescem a cada dia e sentem orgulho dos resultados alcançados até aqui. A exemplo de Willany, que já atuou como professora, gestora escolar, gerente regional de educação da5ª Gere, em Arapiraca, temos outras mulheres que seguem o mesmo caminho, como é o caso de sua colega Roseane Vasconcelos, ex-gerente da 7ª Gere,em União dos Palmares, e, atualmente, respondendo pela Superintendência da Rede Estadual de Educação.
 
 
 
“O desafio de ser mulher, mãe e gestora é enorme nos dias atuais. A cobrança da força e da capacidade de resolver várias situações, seja no ambiente familiar, seja no campo do trabalho, nos desafia diariamente. Mas, quando temos uma mulher como líder, que nos motiva e nos inspira, como a Laura, isso torna nosso trabalho mais leve e confiante. Na Seduc, encontrei mulheres fortes, determinadas, seguras do que querem realizar para melhorar a educação pública do nosso Estado”, destaca Roseane.
 
Outra mulher dedicada à Educação, também inspirada pela principal liderança feminina da Seduc, é a Superintendente de Valorização de Pessoas, Aracelly Oliveira, representando todo o público feminino da área administrativa.
 
 
 
“Fazer a Educação do Estado sendo mulher é desafiador e gratificante. Desafiador por termos que desempenhar a habilidade técnica profissional com eficiência, sem perder a leveza, a sensibilidade e a empatia que é atribuída ao gênero feminino. Travamos luta diária contra os imensos obstáculos que a nossa educação enfrenta, mantendo o otimismo e fé que, ao final do dia, tudo vai dar certo e, se não der, lutaremos um pouco mais no dia seguinte. A sensibilidade de ver no aluno o nosso filho, que precisa de uma educação melhor e mais eficiente para construir um futuro também melhor, acaba sendo um elemento-chave para a eficiência do nosso trabalho. Essa percepção de sermos capazes de mudar positivamente a história desses jovens é gratificante e faz valer a pena cada esforço”, garante Aracelly.