Notícia

EDUCAÇÃO

Secretaria de Estado da Educação de Alagoas
Quarta, 06 Maio 2020 18:21
PREVENÇÃO

Aulas presenciais nas redes pública e privada estão suspensas até 31 de maio

Medida vale para escolas, faculdades e universidades e foi divulgada em decreto publicado pelo governador Renan Filho nesta terça-feira (05)

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Aulas presenciais nas redes pública e privada estão suspensas até 31 de maio Aulas presenciais nas redes pública e privada estão suspensas até 31 de maio Valdir Rocha
Texto de Ana Paula Lins

As aulas nas escolas, faculdades e universidades públicas e privadas de Alagoas permanecem suspensas até o dia 31 de maio. A medida foi anunciada no Decreto 69.722, publicado nesta terça-feira (06) no Diário Oficial do Estado (DOE) e que pode ser encontrado no site www.imprensaoficialal.com.br.

Segundo o artigo 6º do decreto, “ficam suspensas todas as aulas presenciais nas escolas, universidades e faculdades das redes de ensino pública e privada no Estado de Alagoas, a partir da 0 (zero) hora do dia 06 de maio até as 23:59h do dia 31 de maio, sem prejuízo do cumprimento do calendário letivo, observando-se o Decreto Estadual nº 69.527/2020”.

Vínculo e aprendizagem - No dia 07 de abril, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) estabeleceu o Regime Especial de Atividades Escolares Não Presenciais (REAENP) nas Unidades de Ensino da Rede Pública Estadual de Alagoas.  O documento orienta como as atividades escolares devem ser realizadas nesse período de quarentena e está disponível para consulta no site da Seduc. (www.educacao.al.gov.br).

Este regime não é uma substituição do formato tradicional pelo de Educação à Distância (EAD), mas um período de atividades remotas onde as escolas promoverão ações mitigadoras para garantir os direitos de aprendizagem de seus alunos.

“A ideia é não perder o contato com o estudante, mantendo-o motivado com atividades que garantam seus direitos de aprendizagem. Se estas atividades não puderem ser feitas por ferramentas eletrônicas e redes sociais, a escola pode disponibilizar um material impresso para ser entregue aos responsáveis legais ou direto na casa dos alunos. Vale ressaltar que o engajamento dos professores e dos alunos têm sido fantástico neste momento, eles estão buscando as mais diversas estratégias para interagirem”, informou o vice-governador e secretário de Estado da Educação, Luciano Barbosa, durante teleconferência com deputados estaduais no dia 22 de abril.