Notícia

EDUCAÇÃO

Secretaria de Estado da Educação de Alagoas
Domingo, 17 Maio 2020 20:02
CONQUISTA

Estudante de escola pública é selecionado para programa de engenharia de universidade americana

Eduardo da Silva Marcelino concluiu o ensino médio na Escola Estadual Rocha Cavalcanti, de União dos Palmares, e conseguiu vaga para programa da Universidade de Bridgeport

Compartilhe:

  • Facebook
  • Twitter
Eduardo Marcelino destaca apoio que teve de seus professores e aguarda desdobramentos acerca do início do ano letivo nos EUA Eduardo Marcelino destaca apoio que teve de seus professores e aguarda desdobramentos acerca do início do ano letivo nos EUA Cortesia e Valdir Rocha
Texto de Ana Paula Lins

“Quando estava na 2ª série do ensino médio, botei na cabeça que queria estudar fora, sair da minha zona de conforto”. As palavras do estudante Eduardo da Silva Marcelino mostram duas coisas sobre sua pessoa: que não impõe limites aos seus sonhos e não teme desafios. Esta semana, o jovem, que concluiu o ensino médio na Escola Estadual Rocha Cavalcanti, em União dos Palmares, viu a primeira etapa de seus sonhos se concretizar: foi selecionado programa de Engenharia Mecânica da Universidade de Bridgeport, em Connecticut, nos Estados Unidos. Bridgeport é conhecida como um dos estabelecimentos acadêmicos mais diversos do país - recebendo estudantes de 80 nacionalidades em seu campus.
 
Eduardo conquistou vaga em programa de universidade americana foto cortesia
 
Para entender melhor a conquista de Eduardo, é preciso voltar a 2017, quando iniciou o ensino médio na Escola Estadual Rocha Cavalcanti. A unidade, a mais antiga escola de União dos Palmares, desempenhou papel importante na trajetória do jovem que, já no segundo semestre daquele ano, percebeu que o estudo lhe possibilitaria alçar voos maiores. Em 2018, na 2ª série do ensino médio, ele começou a pesquisar sobre universidades estrangeiras e a aprimorar seus conhecimentos em língua inglesa. No seu último ano, inscreveu-se para programas de universidades americanas e a sua seleção, incluiu, dentre outras etapas, fazer uma prova em Recife e um exame de fluência em lnglês em Maceió.
 
Eduardo ao lado de amigos da Escola na aula da saudade foto cortesia
 
“A Escola Rocha Cavalcanti foi de grande importância para mim, pois todos sempre me deram muito apoio, com os professores me fornecendo materiais de estudo extras e escrevendo cartas de recomendação para a minha seleção. Também me estimularam quando criei um grupo de estudos com outros alunos, uma atividade extracurricular que me ajudou muito. Tudo isso foi importante para a minha aceitação”, afirma Eduardo.
 
Apoio dos mestres – Um dos pré-requisitos para a seleção da Universidade de Bridgeport era a apresentação de cartas de recomendação. E Eduardo as solicitou a três professores da escola: Edson Gomes de Oliveira Filho, de Física; Gilmar de Oliveira Silva, de Língua Portuguesa e o coordenador pedagógico George Sena.
 
Edson, além de escrever a carta de recomendação, é um dos professores mais próximos a Eduardo. Testemunhou o amadurecimento do jovem, que passou a se dedicar mais aos estudos e se destacar cada vez mais nas aulas. Ao lado da professora Ivaneide, de Matemática, Edson sempre lhe fornecia material com conteúdo extra para intensificar seus estudos.
 
“Quando ele nos procurou pedindo a carta de recomendação, vi que estava determinado a realizar seu sonho. Pesquisou muito, dedicou-se e sempre nos pedia material extra. Sua conquista orgulha nossa escola, nosso município e nosso estado e mostra que o esforço e a busca pelo conhecimento sempre valem a pena”, destaca.
 
Gilmar vive uma história de amor com a sua escola desde os 12 anos foto cortesia flavio cansanção maceió 40 graus
 
Gilmar foi outra influência positiva para Eduardo e comemora sua conquista. “Ele sempre teve sonhos e lutou com muita determinação por eles. A sensação de vê-lo alcançar o que almejava fortalece em mim a ideia de que estamos, enquanto escola, no caminho certo. E sua conquista acende mais ainda em nós a necessidade de ajudarmos outros alunos a também terem sonhos e a lutar por eles”, frisa.
 
Diretora Sandra Vitorino comemora resultados da escola foto Valdir Rocha 36
 
Escola Pública - A diretora-geral Sandra Vitorino também testemunhou o despertar dos sonhos de Eduardo e apoiou sua determinação para alcançar seus objetivos. “Presenciei o seu amadurecimento nestes três anos na escola. Sempre se relacionou bem com todos e buscava incentivar e inspirar seus colegas para os estudos. Ele também deixa claro o poder que a escola pública teve na sua vida, e, hoje sua conquista, também é uma vitória da escola pública de Alagoas, a qual acredita que pode fazer a diferença na vida de seus alunos”, declara, emocionada, a gestora.
 
Titular da 7ª Gerência Regional de Educação (Gere), que abrange os municípios do Vale do Mundaú, Simone Bezerra foi professora de Eduardo na Escola Estadual Jorge de Lima, onde o jovem cursou o ensino fundamental. “Ele foi meu aluno no 6º e 7º anos e, na 2ª série do ensino médio, já sabia o que queria para o seu futuro. Nossos alunos são nosso maior orgulho e conquistas como essa mostram a importância da escola pública”, fala Simone.
 
Maria Simone Bezerra Campos de Alencar 7 gere foto José Demétrio
 
Espera – Após receber a carta de confirmação de sua seleção para o segundo semestre de 2020, Eduardo aguarda as instruções da Universidade Bridgeport acerca do início das atividades letivas para o outono 2020. Em comunicado no seu site, a instituição, que está com as ações paralisadas em virtude do Covid-19, explica que a retomada das atividades  presenciais no campus só acontecerá quando for seguro e que seguirá todas as recomendações do Governo do Estado do Connecticut e das autoridades de saúde locais de forma a proteger seus estudantes e servidores.